Durante seu pronunciamento na tribuna da Câmara de Vereadores, na sessão desta quarta-feira (28), o vereador Valdir Matias Jr. falou do projeto de autoria do Poder Executivo que propõe um novo modelo de gestão por Organização Social (OS) para o município, que inclui também, os serviços da UPA 24 horas e do Pronto Socorro Municipal. A precariedade do setor e os problemas relacionados à demora no atendimento de pacientes, falta de remédios, pessoal, entre outros fatores que debilitaram o sistema de saúda, motivou o prefeito Nélio Aguiar a propor esse modelo de gestão, para humanizar, por exemplo, as demandas do PSM, que além de atender pacientes de Santarém, é responsável também por acolher doentes de vários municípios da região oeste do Pará e até de outros estados.

Durante seu pronunciamento, o líder do PV disse que acompanhou a comitiva da Câmara durante uma viagem à Goiânia, para verificarem de perto o funcionamento de um hospital público gerido por uma OS há cinco anos. “Fiquei bastante impressionado com o atendimento desta unidade de saúde que desde que passou a ser administrada por uma Organização Social melhorou seus indicadores, ampliou o número de atendimento, os serviços e a própria gestão do setor público. Portanto, creio que será um passo importante a votação deste projeto e uma maneira de tentar buscar soluções para um setor que se encontra em situação crítica atualmente. Temos que torcer para dar certo e trabalhar juntos para garantir melhores condições para nossa população”, pontuou Valdir Matias Jr.

Na sessão desta quarta-feira, a Câmara votou e aprovou o projeto de lei que dispõe sobre a qualificação de entidades como organizações sociais no âmbito de Santarém.