Na sessão desta terça-feira (29), o vereador Valdir Matias Jr., fez uso da palavra, lembrando de quando foi secretário municipal de Turismo, na gestão do ex-prefeito Alexandre Von, e fez algumas observações em relação ao tema discutido durante a tribuna livre. O líder do PV, ressaltou, por exemplo, o Plano Estratégico de Turismo, lançado em 2015, para o fortalecimento do setor para os próximos 10 anos com 63 ações, 6 programas e 19 projetos. Valdir lembrou ainda que se trata de um estudo aprofundado de estratégia para o desenvolvimento turístico para os municípios de Santarém e Belterra, promovendo melhor qualidade de vida para as pessoas por meio do turismo.

Valdir citou a falta de investimentos do Estado que impedem o avanço da melhoria da infraestrutura turística do município. Para ele, é importante que sejam feitos esforços por parte do poder público afim de garantir essas melhorias para o setor. Os atuais gargalos impedem esses avanços e impossibilitam ações em uma das principais cadeias produtivas da economia de Santarém. “Nós perdemos importantes investimentos por meio do Prodetur, que tinha recursos na ordem de 15 milhões de dólares para o Oeste do Estado para serem investidos na infraestutura turística, que é cara. O governo não construiu o nosso Centro de Convenções, ao contrário de Marabá, que ganhou o seu centro. Essa falta de incentivos, investimentos, prejudicam o setor aqui no nosso município. O turismo é uma indústria limpa, que atrai dinheiro novo, recursos de fora que chegam aqui todos os dias fortalecendo a nossa economia. Alter do Chão é o nosso principal atrativo, precisa de mais atenção, mais investimento. Lá, temos 29 meios de hospedagem, sendo quatro hotéis e 25 pousadas, empreendedores que fizeram investimentos apostando em receber também a contrapartida do governo, com melhor infraestrutura, asfalto, limpeza urbana, segurança. O turismo precisa ser prioridade dos governos municipais, pois estamos falando do principal braço da economia do polo Tapajós”, disse o vereador em sua fala.

Valdir Matias Jr. disse ainda que é preciso discutir as questões conjuturais, fortalecendo o estudo das câmaras setoriais e avançando cada vez mais com o Plano Estratégico de Turismo. Ele reforçou a necessidade de se voltar com a coleta seletiva de lixo em Alter do Chão, com o ecobarco, que desenvolvia importantes ações na coleta de resíduos sólidos. Além de fortalecer o estudo de balneabilidade, que é fundamental para que se mantenha e se fortaleça o estudo garantindo a balneabilidade das águas das nossas praias. “Temos um atrativo de quase 300 quilômetros de praias de água doce. Nenhum outro lugar tem esse potencial turístico”, completou o vereador.


A sessão de tribuna livre que tratou sobre o turismo em Santarém foi de autoria do vereador Alaércio Cardoso.