A tarde da última quinta-feira (14) marcou a vida dos moradores da comunidade Igarapé do Costa, no rio Amazonas, em Santarém, no oeste do Pará. O Lago do Pachequinho, que fica na comunidade, foi escolhido para receber seus novos habitantes. Foi lá que Bolinha, Paladaçú, Guerreiro e Ximanga, quatro peixes-boi, foram devolvidos à natureza, numa ação que contou com a participação de diversas instituições do município, parceiros do ZooUnama, onde os animais estavam sendo cuidados antes de serem introduzidos ao seu habitat natural. A iniciativa faz parte da parceria entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), e o ZooUnama.

O gabinete do vereador Valdir Matias Jr. (PV), convidado a participar da expedição que devolveu os animais às aguas do Rio Amazonas, foi representado pelos assessores parlamentares Gerson Assis e Geovani Santos. Para ele, foi uma experiência incrível que reforça a importância de proteger as espécies da fauna e flora da Amazônia.

Os peixes-bois, antes do processo de reintrodução à natureza, receberam cuidados médicos e passaram por um longo período de reabilitação. Eles chegaram ainda filhotes. Graças ao projeto Peixe-Boi do ZooUnana, hoje estão de volta ao lar em segurança. Vão continuar sendo monitorado pelos veterinários, que implantaram rádios-transmissores nos animais.

O peixe-boi da Amazônia está entre as 10 espécies que correm risco de extinção no Brasil. O Projeto Peixe-Boi tem como objetivo resgatar esses animais e reabilitá-los para que sejam devolvidos ao seu habitat natural.

Os animais resgatados são tratados e mantidos em piscinas artificiais adequadas a reabilitação deles. Todas as espécies mantidas pelo Projeto Peixe-Boi recebem um tratamento especial, e são acompanhadas 24 horas por dia por profissionais altamente qualificados, como biólogos, veterinários e tratadores de animais.

Em reconhecimento ao importante trabalho desenvolvido pelo Zoológico da Unama, o vereador Valdir Matias Jr. (PV), apresentou um projeto de sua autoria que concede o título de Utilidade Pública ao ZooUnama, mantido pela Associação de Ensino Superior do Médio Amazonas (Aesma). O parlamentar reforça o papel da instituição no cuidado com animais silvestres, muitos vítimas de maus tratos. A maioria dos animais acolhidos no ZooUnama é oriunda de apreensões feitas pelos órgãos de proteção ambiental.

A concessão do título de Utilidade Pública a entidades, fundações ou associações civis significa o reconhecimento do poder público de que as instituições, em consonância com o seu objetivo social, são sem fins lucrativos e prestadoras de serviços à coletividade.

Fotos: Geovani Santos