No dia 22 de junho, data de aniversário da cidade de Santarém, no oeste do Pará, a Cooperativa Puxirum, em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap) e o Instituto de Estudos Integrados Cidadão da Amazônia (Inea), entregou à população, a primeira etapa do projeto de revitalização dos monumentos históricos localizados na praça Barão de Santarém. A ação fez parte da programação dos 358 anos da Pérola do Tapajós. Os monumentos, autoria dos artistas Laurimar Leal e Renato Sussuarana, estão passando por uma série de ações de restauro. O trabalho é feito por meio da cooperativa com a participação de 21 artesãos, unidos em prol da preservação artística e cultural dessas obras de artes em espaços públicos.

Desde o início dos trabalhos, esses monumentos estão passando por um processo de limpeza, pintura e restauro. Nessa primeira etapa, os membros da cooperativa realizaram os trabalhos de limpeza, recomposição das partes quebradas dos monumentos, aplicação de selador e pintura básica para recomposição da tonalidade original. A próxima etapa, que se inicia na próxima semana, consistirá no trabalho de acabamento e efeitos com utilização de betume.

O restauro contou também com os esforços do artista Maratá e do professor Newton Magno, além de alunos da Universidade do Oeste do Pará (Ufopa) e apoio do vereador Valdir Matias Jr. (PV).


.