A Câmara de Vereadores de Santarém, no oeste do Pará, retomou nesta segunda-feira (3), as atividades legislativas do ano de 2020. Uma sessão solene marcou a reabertura dos trabalhos no Poder Legislativo e contou com a presença do prefeito Nélio Aguiar, que na ocasião, leu a mensagem do Poder Executivo aos membros da Casa e prestou contas da gestão municipal. A sessão contou com a participação de todos os 21 parlamentares e foi prestigiada por um grande número de expectadores, além da presença de autoridades militares e civis. Entre os convidados estavam os representantes das polícias Civil, Militar e Rodoviária, Corpo de Bombeiros, Capitania Fluvial e Aeronáutica. Representantes da OAB, Associação Comercial e Empresarial de Santarém, do Centro Regional de Governo, Fórum de Santarém, entre outros.
Os trabalhos de reabertura da Casa foram presididos pelo vereador Emir Aguiar (PODEMOS), que teve ao seu lado, o vice-presidente do Poder Legislativo, vereador Valdir Matias Jr.

O líder do PV na Câmara lembrou que a partir do retorno dos parlamentares, a Casa vai legislar sobre diversos assuntos, que estão pendentes no município. Ele destacou, por exemplo, a gratificação dos servidores públicos, a contratação de servidores temporários, que também deve passar pela Casa, a definição de subsídios em relação à próxima legislatura. “Nós precisamos legislar sobre esses assuntos e fiscalizar a execução orçamentária da Prefeitura. A questão da dívida pública do município, para saber se está aumentando ou não, fiscalizar os contratos, como o contrato do lixo, que é um contrato milionário em Santarém e há muita reclamação sobre a qualidade da coleta de lixo na cidade. São algumas das nossas metas para 2020”, disse o vereador.


Valdir Matias Jr. também pontuou sobre o ano eleitoral e o envolvimento de todos os vereadores nas sessões e discussões das principais pautas. “Nós temos aqui na Casa, uns seis parlamentares já em oposição declarada ao prefeito Nélio Aguiar, me parece que outros também devem aderir a essa linha. Tem os 15 vereadores da base do governo também. Mas o debate é importante. É um ano de eleição, de renovação, que você precisa eleger novos vereadores e o próximo prefeito. É um debate que se acirra nesse período, mas a gente espera que ele seja contributivo, altivo e que traga benefícios e soluções para a nossa cidade”, finalizou.